Buscar
  • Henrique Correia

A ciclovia já está a ser desmanchada; 150 mil para obra e via de socorro


Será transformada numa faixa prioritária para veículos de segurança e socorro, táxis e transportes públicos".




A ciclovia inaugurada pela Câmara anterior já começou a ser desmanchada na zona da Ponte do Ribeiro Seco. São 150 mil euros para alterar.

O atual presidente da Autarquia, do PSD/CDS, Pedro Calado, justificou as razões para esta alteração que se devem "a um conjunto de situações que não eram admissíveis e que colocavam em causa a mobilidade de toda aquela zona oeste da cidade, uma área com muito trânsito e forte crescimento habitacional".

"Agora que a Ciclovia está terminada – obra avaliada em um milhão e 100 mil euros e estruturada em três fases, o troço A entre o Largo António Nobre e a Travessa do Valente, o troço B desde a Travessa do Valente para oeste, contemplando ainda a Rua Simplício Passos Gouveia e a Rua St. Helier, até à inserção deste arruamento com a Monumental, o troço C desde o final do B até à zona de ciclovia já existente e sobranceira à Ponta da Cruz, incluindo ainda o reordenamento urbanístico de toda a zona em frente ao Fórum Madeira – a autarquia já pode iniciar a remoção do troço de ciclovia, na Ponte do Ribeiro, que será transformada numa faixa prioritária para veículos de segurança e socorro, táxis e transportes públicos", referiu a CMF em nota publicada aquando do anúncio da obra.


16 visualizações