Buscar
  • Henrique Correia

A (difícil) subida ao Monte


A questão já nem está centralizada nas árvores, nos estudos, nos relatórios, nos especialistas. A questão está focada nas pessoas e na vida.



O Monte está em Festa, a Festa de Nossa Senhora do Monte, cheia de tradição, de festa mas também de muita Fé, agora também ensombrada pelas árvores que nem sempre morrem de pé, como intitulava uma velhinha peça de teatro português "As Árvores Morrem de Pé", com a atriz Palmira Bastos. "Morta por dentro, mas de pé, de pé, como as árvores". Esta frase marcou a televisão portuguesa e foi dita quase no final da peça por essa atriz, que desempenhou o papel de protagonista. Nem sempre morrem de pé, por vezes vão caindo aos poucos, aos galhos. Ali, no Monte, já custou a vida a 13 pessoas, em 2017, no Dia do Monte, o trágico 15 de agosto.

Este ano, também com a Festa no horizonte, perto, o perigo voltou ao Largo da Fonte, felizmente sem o desfecho de tragédia de há quatro anos, onde o lugar errado à hora errada levou a morte a muitas famílias. Morreram na Fé e na Devoção de um momento de culto e de um chamamento para a tragédia num abrir e fechar de olhos. Um instante em que a vida se esfuma no desespero, também, de quem vê partir entes queridos e nunca, mas mesmo nunca, vai esquecer aquele dia.

O Monte está em Festa, o corte de árvores, é verdade que tardio, tem como objetivo dar segurança. A questão já nem está centralizada nas árvores, nos estudos, nos relatórios, nos especialistas. A questão está focada nas pessoas e na vida. Um foco que deveria ter acontecido há muito tempo, mesmo sabendo que muitos daqueles que em 2021 defendem o corte radical, se o mesmo ocorresse logo depois de 2017 estariam na linha da frente de oposição a esse mesmo corte.

Hoje, o Monte está em Festa, está com as novenas, vivendo como pode com novo pesadelo. Mas vive, na certeza que 14 e 15 de agosto serão dias de Festa, de Fé, mas também de homenagem a um momento trágico na história da maior festa religiosa e popular da Madeira.

O Monte nunca mais será o mesmo.

16 visualizações

Posts recentes

Ver tudo