Buscar
  • Henrique Correia

"A Saúde Pública começa nos cidadãos", alerta Miguel Albuquerque


Presidente do Governo defende rastreios para que o ato médico, a ocorrer, seja no início da doença e não na fase terminal.




O presidente do Governo Regional fez questão de deixar, na sessão de abertura das comemorações da Semana da Saúde Pública na Madeira, uma mensagem profilática num contexto em que a Madeira reduziu o número de espaços fechados onde é obrigatório o uso da máscara.

Miguel Albuquerque disse que "a Saúde Pública começa nos cidadãos, nos atos preventivos dos cidadãos. Os atos preventivos começam na atitude dos cidadãos. Isto tem de ser difundido, transmitido de modo a evitar a doença ou preveni-la.

Como refere uma publicação do Governo, segundo Albuquerque "a prevenção da doença é um ato de cidadania e, nesse sentido, compete às entidades públicas ligadas à Saúde promover essa mesma prevenção. Da mesma forma que é fundamental aumentarmos o número de rastreios, em todas as áreas, no sentido de prevenir, de modo a que o ato médico, a ocorrer, seja no início da doença e não na fase terminal".

8 visualizações