Buscar
  • Duarte Azevedo

AFM distribui 2 500 euros a cada uma de duas instituições


30 camisolas e duas bolas também fizeram parte dos 'presentes natalícios'

Rui Marote, presidente da Associação de Futebol da Madeira (AFM), e (re)candidato às eleições daqui a onze dias, andou nesta sexta-feira por duas instituições (Lar InterGeracional da Santíssima Trindade da Tabua e Serviço Técnico de Educação Especial da Quinta do Leme) a distribuir dinheiro, bolas e camisolas. Dinheiro foi um cheque de 2500 euros a cada uma, que também levaram, cada qual, 3 bolas - a AFM vende-as a 20 euros cada - e 30 camisolas oferecidas pela FPF. O site da AFM informou destas dádivas, embora não as contabilizando, mas não avança se acontecerão noutras instituições. Quanto a clubes, carenciados como sabemos, nada é referido.

A justificação dada para esta ação, no mesmo meio de informação, tem a ver 'com a chegada do Natal'. Não fala de eleições - também não faria muito sentido pois as ditas instituições não votam no dia 29. Nem refere se os clubes foram consultados para permitirem estas benesses. Também não é justificado este enquadramento - o porquê destas instituições e não de clubes -, quando se sabe, através do programa eleitoral do candidato Rui Marote, que a AFM 'vai solicitar à FPF apoio nas inscrições e seguros' e promete 'esforço para diminuir o passivo'. Enfim, um 'Pai Natal' que parece rico mas que, se calhar, não será bem assim...

Mas o gesto fica bonito... Se houve noutros 'Natais' quando não havia eleições? Sinceramente, a memória não nos ajuda a esse ponto...

11 visualizações