Buscar
  • Henrique Correia

Agência Regional de Inovação com projeto de 10 milhões aprovado



O projecto Marine SABRES pretende desenvolver ferramentas que ajudem a entender e reverter o declínio global da biodiversidade



A ARDITI, a Agência Regional para o Desenvolvimento da Investigação Tecnologia e Inovação, viu aprovado o primeiro projeto de que faz parte no âmbito do Horizonte Europa, o actual Programa-Quadro de Investigação e Inovação da União Europeia. O projeto, com o título “Abordagens de Sistemas Marinhos para Resiliência da Biodiversidade e Sustentabilidade dos Ecossistemas (Marine SABRES)” é coordenado pela University College Cork, na Irlanda e explica-se pelo combate à perda de biodiversidade marinha, que continua a existir, apesar dos atuais esforços de conservação.

Contando com 22 parceiros europeus e com um orçamento total na ordem dos 10 milhões de euros, o projecto Marine SABRES pretende desenvolver ferramentas que ajudem a entender e reverter o declínio global da biodiversidade, o que requer a rápida implementação de medidas de conservação eficazes que também possam permitir uma economia azul sustentável e resiliente. Esta abordagem irá incluir um pensamento sistémico socio-ecológico e uma gestão baseada em ecossistemas que representam ferramentas amplamente reconhecidas e que contribuem para um desenvolvimento costeiro e conservação marinha mais equilibrados.


7 visualizações