Buscar
  • Henrique Correia

Albuquerque admite alargar projeto piloto de medicação a doentes crónicos

Iniciativa da Junta de Freguesia de São Martinho.



São Martinho lançou sistema inovador de preparação e dispensa de medicação e o

presidente do Governo enalteceu benefícios do projeto piloto para doentes crónicos residentes na freguesia. E deixou expressa a vontade de alargar o serviço a todo o concelho do Funchal e depois à Região.

Miguel Albuquerque enalteceu os ganhos do sistema, cuja preparação é feita com recurso a um robot de farmácia, tendo por base a dispensa da medicação num dispositivo de múltiplos compartimentos, selado, de forma estanque.

Para Miguel Albuquerque, segundo texto publicado nas plataformas digitais do Governo, "o projeto piloto apresenta um conjunto alargado de vantagens, desde logo a eficácia, no sentido de fornecer a medicação semanal de forma rigorosa e segura, contribuindo para evitar a sobredosagem ou o esquecimento.

Simultaneamente, ao dispensar a quantidade estritamente necessária à toma diária, pelo período de uma semana, evita o desperdício, o que constitui poupança, quer para o utente, quer para o erário público".


A quem se dirige:

Fregueses de São Martinho com doença crónica e com toma continuada de medicamentos

Como beneficiar do Serviço:

1º – Apresentar na Junta de Freguesia de São Martinho a declaração médica que ateste a situação de doente crónico;

2º –Após validação, a Junta de Freguesia emite uma credencial pessoal e intransmissível, que certifica, junto do farmacêutico, o utente como sendo beneficiário do Serviço.

3 visualizações