Buscar
  • Henrique Correia

Albuquerque admite manter testes PCR para quem chega se houver maior transmissão


O presidente do Governo Regional está preocupado com a situação verificada em Lisboa, com o aumento dos casos.




Um novo espaço com um novo conceito na Rua Imperatriz Dona Amélia.


O presidente do Governo Regional visitou esta quinta-feira um novo espaço de restauração na Rua Imperatriz Dona Amélia, o "Arraial da Imperatriz". E foi ali que admitiu, à RTP Madeira, que a Região poderá manter o teste PCR para quem chega se houver aumento das cadeias de transmissão.

O Governo Regional decidiu que a partir de 1 de julho o teste PCR será substituído por um teste rápido, mas Albuquerque diz que até esse dia vão duas semanas para reavaliação. E reafirma que o teste PCR pode manter se a situação assim exigir.

Albuquerque mostrou-se preocupado com a situação epidemiológica em Lisboa e receia que isso possa ter influência na Região.

Relativamente ao novo restaurante Arraial da Imperatriz, o mesmo está localizado nas “Gallerias by Savoy Signature”, espaço pertencente ao Savoy Palace e abriu a 28 de maio. Funciona todos os dias, das 11h às 23h.

Junta espaços de restauração (11 stands), um bar e mesas para consumo e convívio, a lembrar o ambiente cosmopolita dos mercados lisboetas. Com a particularidade de juntar, no mesmo espaço, sabores tradicionais e contemporâneos.

Neste momento, funciona ali o Bar da Ilha, o Fiori (restaurante de pizzas e massas), o Sabores da Nossa Ilha (vocacionado para as espetadas), Tasquinha dos Avôs (de petiscos madeirenses) e o Yugo Sushi.


3 visualizações