Buscar
  • Henrique Correia

Albuquerque anuncia casa perto de casa para os jovens e os mais vulneráveis


A revelação foi feita por Miguel Albuquerque: "Objetivo é evitar, na Madeira, o que se passou em Lisboa e no Porto, onde os residentes locais foram obrigados a comprar casa nas periferias".



O Governo Regional tem uma estratégia para a habitação que representa o princípio de dois em um: dar aos jovens casais e aos vulneráveis uma casa a preços controlados e ainda por cima perto do seu local de residência. Verbas do PRR prevêem essa ajuda.

Esta revelação foi feita pelo presidente do Governo Regional quando visitou as instalações da Remax Elite, no Funchal. Confrontado com os preços das casas, sublinhou tratar-se do mercado imobiliário a funcionar. Ou seja, é uma consequência da forte procura, sobretudo por cidadãos estrangeiros, de residência na Madeira.

Num texto publicado nas plataformas digitais do Governo, é referido que "o governante assume que o objetivo é evitar, na Madeira, o que se passou em Lisboa e no Porto, onde os residentes locais foram obrigados a comprar casa nas periferias das cidades, devido ao custo das mesmas nos núcleos habitacionais mais centrais"

Segundo o líder madeirense, até na sequência do hoje anunciado pelo presidente da IHM, que apontou para investimento de 44 milhões no sector, já em 2022, a preocupação do seu Executivo passa por, aproveitando as verbas do PRR para a Habitação, lançar «um pacote de habitação acessível, a custos controlados, para as famílias madeirenses, sobretudo os jovens casais, poderem continuar a adquirir casas a preços acessíveis e compatíveis com os ordenados que têm».


7 visualizações