Buscar
  • Henrique Correia

Albuquerque "aperta" medidas para o desporto não profissional: "Não arrisco um milímetro"

Não contem comigo para deixar a situação descontrolar-se por falta de coragem para tomar decisões, avisa o presidente do Governo


As declarações de Miguel Albuquerque firam feitas numa visita à Quinta do Furão:


O presidente do Governo teve hoje aquilo que podemos chamar de "entrada a pés juntos" para utilizar uma expressão futebolística, naquilo que se prende com novas medidas para enfrentar este "pico" da Covid-19, também na Madeira. No dia em que a Região teve 19 novos casos em 24 horas. O foco, agora, está no desporto não profissional. É parar ou apertar na prevenção.

Albuquerque não quer o desporto não profissional a fazer viagens e jogos no continente sem as devidas precauções. Faz um aviso sério, às associações e às federações, com quem vai falar para estudar a situação. Não adianta muito, mas quinta-feira, em plenário de Governo, vai decidir, se jogarem fazem um segundo teste e ficam de quarentena. "Isto é uma questão simples de saber se o mais importante é a saúde ou jogar andebol e basquetebol ou contaminar escolas e familias?"

Miguel Albuquerque endureceu hoje o discurso e deixa antever que o Governo vai "apertar" nas medidas. "Não vou ceder um milímetro. Não contem comigo para deixar a situação descontrolar-se por falta de coragem para tomar decisões.

E no meio destes avisos "apanha" a juventude, talvez alertado para comportamentos que os mais jovens vêm assumindo, com uma ligeureza relativamente à doença: "aquela ideia que andam a difundir de que a Covid-19 é inofensiva e não afeta jovens, não é verdadeira. Já há mortes em faixas etárias baixas, de pessoas que eram saudáveis".


8 visualizações