top of page
Buscar
  • Foto do escritorHenrique Correia

Albuquerque assume: Governo favorável às empresas e aos empresários



"Quem desenvolve a economia são as empresas e os empresários. E o papel do governo é o de criar as condições para a prosperidade económica".






Miguel Albuquerque cumpriu aquela máxima de "em Roma sê romano" e no Dia do Empresário, perante a plateia correspondente, dissertou sobre a importância dos empresários, prometeu manter e alargar os apoios, a redução fiscal, um conjunto de incentivos que coloca o Governo ao lado dos empresários. E Albuquerque explica porquê:

"Quem desenvolve a economia são as empresas e os empresários. E o papel do governo é o de criar as condições para a prosperidade económica, para a subida do rendimento dos cidadãos e das famílias". 

Albuquerque diz o que se sabia: "Nós somos um governo favorável às empresas. E é preciso dizê-lo, porque ainda há quem pense que a economia deve ser dirigida pelo Estado em função dos interesses do Estado". 

O presidente do Governo relevou o papel dos empresários na crise da COVID-19: "A parceria que estabelecemos, aquando da maior crise, a forma como cooperamos e trabalhamos em conjunto foi decisiva para arrancarmos um ano de 2021 excecional e de 2022 ainda melhor», disse o Chefe do Governo".

Miguel Albuquerque reiterou, na sua intervenção, àqueles que são os pilares essenciais da ação governativa do seu Executivo – que não vai ser alterada – e que têm conferido o valor da confiança e da previsibilidade junto das famílias  e dos agentes económicos da Madeira e Porto Santo.  

A par da criação de condições de atratividade e de estímulo ao investimento privado, Miguel Albuquerque assegurou a manutenção no presente e no futuro próximo do investimento público, elencando alguns dos principais exemplos, como o novo Hospital Central e Universitário da Madeira – a maior obra pública atualmente em curso no país –, a aposta na criação de habitação a custos controlados dirigida a famílias em início de vida e classe média, aplicando, para o efeito, 128 milhões de euros do PRR, o reforço dos aproveitamentos hídricos e a reconversão energética, com investimentos na

11 visualizações
bottom of page