Buscar
  • Henrique Correia

Albuquerque deslumbrado com as luzes que mudam "ao gosto do freguês"


Ainda assim, viu a iluminação mas não esqueceu a pandemia: "E o pior que pode acontecer é termos uma situação fora de controlo – transmissão comunitária"






Do ponto de vista das iluminações, este Natal está interativo. "Mundo Mágico", muito mágico para tão pouca magia que a realidade pandémica não deixa extravasar. Foi essa realidade que o presidente do Governo viu, esta noite, quando percorreu as ruas do Funchal, sem dúvida, bonitas, tendo experimentado as inovações tecnológicas presentes como a realidade aumentada ou a interação com a iluminação através do telemóvel

“Ainda agora estivemos aqui a experimentar uma aplicação muito atrativa no telemóvel para as fotografias”, apontou Miguel Albuquerque, não escondendo o entusiasmo e para contrabalançar, um pouco, o outro lado da balança, com muita luz, é verdade, mas com o povo madeirense a medo e menos turistas.

"Há também iluminações que mudam de cor consoante o gosto do freguês. Acho que está muito engraçado”, disse.

O Chefe do Governo reiterou o apelo a uma vivência individual e coletiva da quadra com distanciamento e contenção para que não se perca o controlo da pandemia.

“Temos, neste momento, uma sociedade que apesar das restrições continua a ter uma vivência normal”, sublinhou o governante.

“E o pior que pode acontecer é termos uma situação fora de controlo – transmissão comunitária –, que obrigue a novas restrições, estragando o Natal de toda a gente”, concluiu.

7 visualizações