Buscar
  • Henrique Correia

Albuquerque diz que vacina perde força ao fim de 6 meses e é preciso terceira dose



Linha da frente e grupos de risco avançam primeiro.



Miguel Albuquerque reafirmou hoje a intenção de vacinar, com a terceira dose, não só os grupos de risco, mas também os grupos da linha da frente, como médicos, enfermeiros, assistentes sociais, bombeiros, forças de segurança, entre outros trabalhadores de áreas sensíveis, como lares de idosos.

O presidente do Governo garante que a Madeira não vai ficar à espera das demoras da DGS, relativamente às decisões sobre a terceira dose da vacina, lembrando o que aconteceu com a vacinação dos jovens a partir dos 12 anos, em que o continente chegou três semanas atrasado relativamente à Madeira.

O presidente do Governo diz que a justificação para a terceira dose tem a ver com estudos que apontam alguma perda de imunidade das duas vacinas ao fim de seis meses, pelo que devemos ter essa avaliação em conta e vacinar os grupos da linha da frente e de risco.


10 visualizações