top of page
Buscar
  • Foto do escritorHenrique Correia

Albuquerque fecha comícios no Funchal: Madeira não pode ter governo minoritário



"Vejam a diferença agora na Câmara Municipal do Funchal e comparem a governação anterior".





“Nada está ganho”. Foi assim que Miguel Albuquerque alertou o Funchal no último comício da coligação Somos Madeira para as eleições regionais de 24 de setembro. O cabeça-de-lista apelou ao voto "pela estabilidade, pelo futuro e contra a regressão que muitos defendem".

Albuquerque sublinha mais uma vez que "a Madeira não pode ter um governo minoritário, um governo que não funcione e que não corresponda àqueles que são os grandes desígnios do futuro – particularmente aqueles que importa cumprir junto das novas gerações – fez questão de apelar a que os Madeirenses olhem para a realidade nacional, para o que o PS está a fazer ao País e pensem se é esse estado de coisas, se é essa instabilidade, se é essa regressão que ambicionam para o futuro, colocando gente no poder que não tem capacidade, competência ou sequer conhecimento", refere uma publicação nas plataformas digitais do PSD.

“Vejam a diferença agora na Câmara Municipal do Funchal e comparem a governação anterior, onde nada se resolvia, com aquilo que agora sucede”, disse, vincando que “estamos a recuperar 8 anos perdidos na cidade do Funchal” .

7 visualizações
bottom of page