top of page
Buscar
  • Henrique Correia

Albuquerque: "Não há insegurança, é só sensação..."



Presidente do Governo garante que os índices de criminalidade são "residuais" e aponta os casos de consumo de bloom que provocam essa sensação de insegurança e desconforto.




Miguel Albuquerque já disse e voltou a dizer: os índices de criminalidade são diminutos, residuais mesmo, na Madeira. "Não há insegurança, é só uma sensação de insegurança pelas ocorrências envolvendo pessoas que consomem substâncias psicoactivas, por exemplo o bloom, e que provocam essa sensação de insegurança e desconforto nas pessoas. Não é a mesma coisa se estivermos perante situações de violência, roubos ou furtos".

O presidente do Governo fez estes comentários à margem da cerimónia de entrega de material informático à PSP.

Foi ali, também, que Albuquerque aponta o aumento dos acidentes na estrada e a condução sob o efeito do álcool como sendo casos que registaram um aumento na Região.

15 visualizações
bottom of page