Buscar
  • Henrique Correia

Albuquerque não quer a SDM como um "emplastro público"


"Queremos uma SDM competitiva, dinâmica, com capacidade de concorrer. Se assim não for, ficamos todos a perder"



O presidente do Governo Regional manifestou-se hoje preocupado em garantir uma SDM pública mas competitiva, não quer "um emplastro público", sendo que essa garantia é mais importante do que a escolha do gestor, uma decisão que deverá acontecer depois da Assembleia Geral. "Queremos uma SDM competitica, dinâmica, com capacidade de concorrer. Se assim não for, ficamos todos a perder".

Miguel Albuquerque falava no âmbito de uma visita às novas instalações da empresa Indutora, dando seguimento ao conjunto de visitas que vem fazendo, desde final de 2019, às empresas madeirenses. Uma iniciativa, assume, de caráter pedagógico, que visa informar os madeirenses da capacidade empresarial instalada na Região Autónoma da Madeira.

"O que é importante é que a capacidade técnica instalada desta empresa permite que grande número de infraestruturas sejam desenhadas, concebidas e executadas aqui. Esta empresa tem ainda a capacidade de estar sempre em atualização, em termos técnicos. Quando cá chegámos estava a decorrer uma teleformação com empresa suíça», salientou, como refere uma nota publicada nas plataformas digitais do Governo.

A Indutora Energia, Unipessoal Lda é uma empresa vocacionada para o setor das Instalações Elétricas que desenvolve a sua atividade no mercado regional e nacional, com uma oferta de serviços distinta em diferentes áreas de atuação. Conta com 56 colaboradores.

4 visualizações