top of page
Buscar
  • Foto do escritorHenrique Correia

Albuquerque sobre ausência de Montenegro: "Não é preciso"


Presidente do Governo e líder do PSD-M acusa o PS de precisar sempre de uns andarilhos e umas bengalas.



O presidente do Governo Regional e líder do PSD Madeira diz que "o PS tem uma tradição de trazer sempre andarilhos e bengalas na campanha eleitoral, não conseguem comer a sopa sozinhos e querem alguém para ensinar a fazer campanha", numa alusão à presença, na Madeira, de Nuno Pedro Santos, o líder nacional do PS, e Marta Temido, cabeça-de-lista socialista às europeias.

Miguel Albuquerque diz que essa é também a razão da ausência de Luís Montenegro. "Não precisamos".

O chefe do Executivo falava à margem das comemorações do 99º aniversário do Clube de Futebol Andorinha, emblema de Santo António, com papel preponderante na formação desportiva das crianças e jovens da freguesia.

Facto que o líder do Executivo enalteceu e reconheceu, lembrando ainda que o clube, que teve, na sua história, períodos de maiores dificuldades, soube, através dos seus dirigentes e sócios e com o apoio público ultrapassá-las, sendo exemplo da sua afirmação e serviço às novas gerações o Complexo Desportivo inaugurado em outubro de 2002.

A um ano do centenário, Miguel Albuquerque deixou precisamente a sugestão de o clube homenagear os sócios que persistiram no sonho de dar novas e melhores condições ao clube – o Sr. Alvarinho, o Sr. Cecílio, o Sr. Osvaldo, o Acácio Pestana, o Sr. Estevão e o autor do hino do Andorinha, o Sr. Elmano Gomes – , as quais são hoje uma realidade.

Miguel Albuquerque felicitou ainda os quase 600 atletas do clube, os pais, os dirigentes e demais elementos que servem o Clube de Futebol Andorinha.

24 visualizações

コメント


bottom of page