Buscar
  • Henrique Correia

Albuquerque vai "mergulhar no sentir dos cidadãos" e já começou a "medir forças"

Compromisso 2030 "vai abarcar toda a ilha, todos os setores e todos os cidadãos” e o objetivo é elaborar um "Programa de Governo".







O projeto chama-se "Compromisso 2030" e não é mais do que uma manifestação de força do PSD/sociedade civil, que se confunde em mais de 40 anos de poder social democrata. Mas foi casa cheia, gente de pé, no Centro de Congressos, com Miguel Albuquerque, o líder acabado de chegar da Venezuela e do Curaçau, a deixar o mote para um objetivo bem visível, as eleições de 2023.

Foi um momento de exaltação do PSD que segundo Albuquerque "sempre esteve à altura dos desafios e a verdade é que sempre tivemos a capacidade, a humildade e a inteligência de ouvir e perceber os nossos concidadãos e qual a sociedade em que estes queriam viver, numa história de sucesso".

O líder deixa claro: "O nosso Partido não vive isolado da realidade e aquilo que vamos fazer, a partir de agora e através deste Projeto, é precisamente mergulhar nessa realidade e no sentir dos cidadãos e é muito importante que todos os partidos tenham esta humildade e sirvam de intermediação entre as aspirações das pessoas e a sua concretização”.

Esse trabalho, diz, "vai abarcar toda a ilha, todos os setores e todos os cidadãos”, assegurou, de modo a que venha a ser elaborado um Programa de Governo que espelhe as necessidades, expetativas e legitimas aspirações da população.

“Aqui representamos e queremos continuar a representar o nosso povo, sendo a voz ativa, dinâmica e empenhada dos Madeirenses e Porto-Santenses na defesa da sua liberdade e do progresso”.

Pedro Calado disse que “a Região tem de estar acima do Partido” vincou Pedro Calado, apelando a que a população se associe a este Projeto, apresente os seus contributos e garanta que, no próximo ano, possa ser apresentado um Programa de Governo “que nos orgulhe a todos e que nos permita continuar a crescer”, numa terra onde se pensa e cumpre, ao contrário de outros que demoram 50 anos a tomar uma decisão.

9 visualizações