top of page
Buscar
  • Foto do escritorHenrique Correia

Albuquerque visita Centro Integrado de Gestão Municipal Autónoma


Edifício modular e funcional que inclui uma sala de controlo, um Data Center (onde fica instalada toda a estrutura de hardware da CMF) e ainda uma sala de conferências e uma sala de crise.




O presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque, visita amanhã, pelas 15 horas, a nova sede do Centro Integrado de Gestão Municipal Autónoma, um investimento da Câmara Municipal do Funchal de 1.303.253,85 euros, que está integrado num antigo edifício camarário, agora adaptado para a instalação do CIGMA, revela a Quinta Vigia.

A mesma informação refere que "o edifício em causa, localizado na Estrada da Vitória, foi construído de raiz para fins educativos e integrado no Plano dos Centenários do Estado Novo, tendo sido conhecido como Escola Básica com Pré-Escolar das Quebradas (Escola Nº 91).

Foi parcialmente demolido, devido ao alargamento da Estrada da Vitória em 2007 (Estrada Regional ER 114), na sua fachada virada a norte, o que originou o seu encerramento e inatividade como escola desde então. Nos anos seguintes foi usado como edifício de apoio à manutenção das escolas do concelho, até meados de 2017".

Os trabalhos desta empreitada basearam-se essencialmente na beneficiação e remodelação de todo o espaço edificado e arredores, com intervenções de variada natureza, de modo a ser estruturalmente reforçado do desgaste resultante da sua idade e utilização intensiva, assim como na readaptação dos espaços existentes às exigências dos novos serviços a instalar, de uma forma funcional e modernizada, salvaguardando-se dentro do possível as condições de acessibilidade e de segurança.

Foram criados novos espaços no piso 0, destinado integralmente aos serviços do CIGMA, enquanto que no piso 1 foi integrado o Serviço Municipal de Proteção Civil (SMPC).

O projeto funcional do CIGMA agrega num único espaço físico toda a informação rececionada através das diversas plataformas e canais municipais, desde o Funchal Alerta aos serviços online, passando pela monitorização das redes de água e saneamento básico, pela gestão de tráfego urbano e pela monitorização dos indicadores de ruído e qualidade do ar.

Tudo isto num edifício modular e funcional que inclui uma sala de controlo, um Data Center (onde fica instalada toda a estrutura de hardware da CMF) e ainda uma sala de conferências e uma sala de crise, para gestão de eventos críticos que obriguem a uma coordenação mais alargada. Isto para além e outros compartimentos de apoio.

Vai permitir realizar a monitorização e coordenação em tempo real de um conjunto alargado de informação da cidade, recolhida através de sistemas de sensorização geridos de forma integrada e em ligação não só com os munícipes como também com outras entidades, como as forças de segurança e socorro.

Algumas destas ferramentas já se encontram em funcionamento, como sejam o “Funchal Alerta”, uma “app móvel”, o “Contact Center”, o “web-chat” e o “CMFonline”, como plataforma direcionada especificamente para os serviços online do município e que já disponibiliza mais de uma dezena de serviços não presenciais.


3 visualizações

Comments


bottom of page