Buscar
  • Henrique Correia

Aldeia Natal recebeu 2200 crianças; espaço valoriza respeito, amizade e inclusão


"Satisfação manifestada pelos 8 artesãos presentes no local, cujas vendas superaram as suas expectativas, tendo em conta o contexto pandémico".



"A Aldeia Natal recebeu a visita de cerca de 2200 crianças, 630 das quais em visitas programadas com grupos organizados provenientes de 32 escolas e creches, 16 crianças institucionalizadas, 31 crianças e jovens com necessidades educativas especiais e, ainda, um grupo sénior. Estes números revelam bem a dinâmica vivenciada neste espaço, que pretendeu ser muito mais do que um recinto de animação. Na Aldeia Natal trabalham-se valores como o respeito, a amizade, a inclusão e a igualdade".

Estes dados foram hoje disponibilizados pela Autarquia numa nota do gabinete de comunicação, onde refere que o evento, "trouxe à cidade alegria e animação, foi assegurado por um conjunto de assistentes em permanência no local e agentes culturais que desenvolveram as mais de 120 atividades programadas, num ambiente de segurança que primou pela observância das regras sanitárias vigentes.

Entre teatro de rua e espetáculos de magia, passando pela hora do conto e pelos jogos tradicionais, a Aldeia Natal ofereceu à cidade um conceito complementar à restante programação de Natal que animou a cidade nesta Quadra. A oferta de pipocas e algodão doce garantiram finais de tarde muito animados entre filhos, pais e avós, num convívio intergeracional salutar".

Ao longo de quatro semanas, entre as 10:00 e as 19:00, a Praça do Município acolheu a Aldeia Natal, uma iniciativa da Câmara Municipal do Funchal, em parceria com a ACIF, concebida a pensar nas crianças, no convívio familiar e na dinamização do comércio local.

"A temática da sustentabilidade foi também trabalhada através das diversas atividades que decorreram na Hora da Sustentabilidade, onde miúdos e graúdos foram sensibilizados para a importância do seu papel no cumprimento dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável que compõe a Agenda 2030 definida pela ONU.

Em jeito de balanço, resta salientar a satisfação manifestada pelos 8 artesãos presentes no local, cujas vendas superaram as suas expectativas, tendo em conta o contexto pandémico atualmente vivido. De salientar também o serviço de fotografia profissional que ali foi prestando por 6 fotógrafos e que ajudou a perpetuar a memória de momentos bem passados em família", sublinha a mesma informação da CMF.

1 visualização