top of page
Buscar
  • Foto do escritorHenrique Correia

Alteração de comando na Zona Militar da Madeira; posse a 19 de dezembro



O Major-General Luís Monsanto deixa a Região para liderar uma missão na República Centro-Africana.





O Comandante da Zona Militar da Madeira apresentou hoje cumprimentos de despedida ao Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira, José Manuel Rodrigues. O Brigadeiro-General Jorge Pedro sucede ao Brigadeiro-General Luís Monsanto no Comando da Zona Militar da Madeira. A cerimónia de tomada de posse decorreu na manhã de 19 de dezembro.

O Major-General Luís Monsanto agradeceu toda a colaboração pessoal e institucional do Parlamento madeirense e fez um “balanço extremamente positivo” do trabalho desenvolvido na Região nos últimos 14 meses.

“Muito daquilo que estava no nosso plano de ação para este ano e para o próximo ano, com o apoio do Exército e do Comando do Exército, nós conseguimos ultrapassar”, referiu o Comandante da Zona Militar da Madeira aos jornalistas, após a audiência. Apesar de ter havido um decréscimo dos militares incorporados, Luís Monsanto referiu que a “realidade da Madeira é mais positiva do que a realidade que se vive no Continente. Os jovens continuam recetivos e continuam a ver o Exército e a instituição militar como uma opção de carreira. O Regime de Contrato Especial e o Quadro Permanente de Praças vêm dar outras opções para as pessoas seguirem a carreira militar”, vincou.

O Major-General Luís Monsanto deixa a Região para liderar uma missão na República Centro-Africana. Ainda antes do Natal assumirá o cargo de 2º Comandante (Deputy Force Commander) da Missão Multidimensional Integrada das Nações Unidas para a Estabilização da República Centro-Africana (MINUSCA). “Neste momento, é a maior missão das Nações Unidas, que no total tem cerca de 30 mil pessoas, e envolve 14 mil militares de 4 centenas de países”, explicou.

3 visualizações
bottom of page