Buscar
  • Henrique Correia

Aluno positivo já não coloca turma em casa; JPP diz que Governo já deu instruções


"As orientações são de que só vai para casa fazer isolamento o aluno que tem sintomas e testou positivo"


"O partido Juntos Pelo Povo denunciou hoje a existência de alterações à testagem e isolamento de alunos, que entraram em vigor ontem, 20 de janeiro, segundo as quais um aluno positivo não implica isolamento da turma.

"As orientações são de que só vai para casa fazer isolamento o aluno que tem sintomas e testou positivo. Os restantes alunos da turma, contrariamente às informações transmitidas por alguns órgãos da comunicação social, mesmo depois de se saber que um determinado aluno testou positivo, continuam a ir à escola, a terem aulas presenciais, não são testados e são os professores e funcionários que deverão estar atentos a ver se existem manifestações de sintomas da doença COVID nestes alunos".

Esta realidade foi hoje transmitida pelo JPP, numa ação política de denúncia sobre um cenário que contraria a própria informação oficial disponível no site da secretaria regional da Educação.

Refere o JPP que "a tutela justifica com o facto de que estão a ser realizados demasiados testes a alunos e muitos, com resultados negativos. Ou seja, considera como se fossem testes desnecessários!"

O JPP quer que os responsáveis da Saúde e a própria Secretaria Regional da Educação, "esclareçam, principalmente aos pais, se são estas as novas orientações remetidas às escolas com aulas presenciais".

638 visualizações