Buscar
  • Henrique Correia

Amílcar Figueira lamenta chumbo para recuperar património edificado


Vereador e candidato do CDS em Câmara de Lobos diz que "não é preciso muito dinheiro para preservar aquilo que faz parte das nossas memórias".




A Câmara Municipal de Câmara de Lobos chumbou a proposta do vereador do CDS-PP, Amílcar Figueira, que visava proceder à inventariação, classificação e recuperação do património histórico e edificado no concelho de Câmara de Lobos. "Infelizmente esta proposta não foi aceite pela maioria PSD, nem pelo vereador independente, mas eleito nas listas do Partido Socialista", revelou o vereador centrista.

De acordo com o presidente da autarquia, o voto contra justifica-se pelo facto de "algumas juntas de freguesia já estarem com candidaturas apresentadas para a recuperação do património de interesse municipal, entre eles, fontanários, lavadouros e miradouros".

O vereador centrista relembra que, em setembro de 2018, o CDS-PP já levou a discussão uma proposta semelhante à Assembleia Municipal, que também foi chumbada pela maioria. Passados mais de 2 anos, verificamos que ainda há muito por fazer, rebatendo, em parte, o que argumenta o presidente da autarquia.

Neste sentido, o vereador do CDS afirma que dada a informação, do presidente do município, o CDS irá acompanhar e fiscalizar a execução dos referidos projetos.

Sabemos que, em algumas freguesias, há esse cuidado de preservar o que é nosso, mas “Fico triste em ver, por exemplo, fontanários, que marcaram a nossa infância, por vezes eram pontos de encontro para pôr a conversa em dia, ou até mesmo por esta altura, dos santos populares eram enfeitados com pompa e circunstância. Não é preciso muito dinheiro para preservar aquilo que faz parte das nossas memórias.


2 visualizações