Buscar
  • Henrique Correia

Antigo dirigente do SANAS condenado a 3 anos de prisão


O Ministério Público acusou o o antigo responsável de desviar 110 mil euros da associação.




De acordo com uma informação da RTP Madeira, o antigo dirigente do SANAS, Paulo Rosa Gomes, foi condenado a 3 anos de pena efetiva por furto qualificado.

Os factos remontam ao período em que Paulo Rosa Gomes liderou o SANAS, entre 2010 e 2013, sendo que o Ministério Público acusou o o antigo responsável de desviar 110 mil euros da associação, valor que deve agora pagar ao Estado.

Segundo refere a RTP-M "já em 2014 Paulo Rosa Gomes tinha sido condenado por participação económica em negócio, num outro processo, ligado ao aluguer de espreguiçadeiras e guarda-sóis na Frente Mar Funchal, empresa da qual foi administrador".

9 visualizações