top of page
Buscar
  • Foto do escritorHenrique Correia

APRAM adjudica 1,3 milhões para segurança e 136 mil para advogados



Serviços de docagem do rebocador Comandante Passos Gouveia, executado pela NAVALTAGUS, pelo valor de 438.756,52 euros.





A Administração de Portos da Madeira tem vários concursos públicos em andamento e já na fase de publicação visando serviços de vigilância e segurança, assessoria jurídica, reparação do motor de bombordo da lancha Ilhéu do Lido, serviços de docagem do rebocador Comandante Passos de Gouveia e dragagem do porto de recreio da Boaventura.

Para a segurança, a empresa Ronsegur Rondas e Segurança ganhou o serviço por 1.033.133.05 euros mais IVA abrangendo o edifício sede e os portos do Funchal e Caniçal.

Outro concurso prende-se com os serviços de docagem do rebocador Comandante Passos Gouveia, executado pela NAVALTAGUS, pelo valor de 438.756,52 euros, isento de IVA. Esta empresa teve a concorrência dos estaleiros navais de Peniche. Os trabalhos são por 50 dias.

A APRAM fez ajustes diretos para duas assessorias jurídicas, uma delas de 108 mil euros mais IVA à sociedade de advogados Fontes Neves e Associados, para preparação dos procedimentos de contratação pública necessários à execução dos projetos abrangidos pelo Plano de Recuperação e Resiliência (PRR). Outro processo de 28 mil euros mais IVA foi adjudicado à Sociedade Sérvulo e Associados, para uma ação proposta por Gouveia, Neto e Freitas.

A Administração de Portos promoveu, ainda, um concurso de 43.380 euros, à ETERMAR, para dragagem da embocadura do porto de recreio da Boaventura, sendo que um outro concurso foi adjudicado à empresa Escolha Primordial, de 27.222.92 euros, para reparação do motor de bombordo da lancha Ilhéu do Lido.


14 visualizações
bottom of page