Buscar
  • Henrique Correia

Armadores já podem concorrer ao licenciamento para a gamba da Madeira



Possibilidade de uma captura sustentável da gamba da Madeira a rondar as 20 toneladas ano, com valor económico na ordem do meio milhão de euros.






Um estudo da Direção Regional do Mar aponta para a possibilidade de uma captura sustentável da gamba da Madeira a rondar as 20 toneladas ano, com valor económico na ordem do meio milhão de euros.

O presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque, esteve hoje, ao final da tarde, numa ação de promoção dirigida a chefs, empresários do setor da restauração e do setor das pescas em torno de um novo produto, a Gamba-da-Madeira, que foi alvo de estudo pela Direção Regional do Mar, no âmbito do projeto MARISCOMAC.

O Projeto teve por objetivo aferir o potencial dos recursos pesqueiros ao nível de mariscos nos mares da Madeira, culminou com o sinalizar da possibilidade de uma captura anual sustentável de 20 toneladas do referido marisco, representando, em termos de valor comercial, aproximadamente meio milhão de euros.

Neste momento, explicou Miguel Albuquerque, os armadores podem já concorrer ao licenciamento para a exploração daquele recurso pesqueiro, sendo que o Governo Regional prosseguirá as ações de promoção, com o objetivo de dar a conhecer o produto e no devido tempo assegurar a sua certificação com a marca Madeira.

"Temos de fazer a mesma coisa que fizermos com o rum da Madeira, que antigamente era aguardente, e era vendida a preços módicos e, neste momento, dá mais de 4 milhões de euros em vendas por ano", concluiu.

12 visualizações