Buscar
  • Duarte Azevedo

Artur Silva um caso de longevidade e categoria no ténis-de-mesa


Quase nos 50 anos, madeirense continua a jogar e a orientar um bom 1º de Maio na I Divisão Nacional



O madeirense Artur Silva é um caso ímpar de longevidade e de categoria no mundo do ténis-de-mesa. À beira dos 50 anos, campeão nacional de veteranos em 2019 com 46, Artur Silva continua a brilhar na modalidade, inclusive no principal escalão, fazendo parte da equipa do 1º de Maio, habitualmente jogando em 'pares' mas também fazendo algumas partidas de singulares. Será, certamente, o menos jovem de todos os atletas que atuam na I Divisão da modalidade, onde o 'seu' 1º de Maio - é o responsável pela secção - encontra-se, neste momento, como a melhor equipa madeirense, ocupando o 4º lugar, à frente da Ponta do Pargo (7º), São Roque (8º) e Galomar (9º).


5 visualizações