Buscar
  • Henrique Correia

Assembleia vai homenagear a Saúde com escultura e com Marcelo a ver


inauguração da escultura está prevista realizar-se esta segunda-feira depois da Sessão Solene Comemorativa dos 45 anos do Parlamento, agendada para as 15 horas. O Vhefe de Estado chega à Região depois do almoço.




A Saúde vai marcar o Dia da Assembleia Legislativa Regional, o dia em que o Parlamento faz 45 anos, o símbolo da Autonomia que este ano, em resultado da pandemia que ainda não acabou, ficará marcado por comemorações que têm a Saúde no topo da distinção com a homenagem aos profissionais do setor, perpetuada por um monumento mandado fazer para o efeito e inaugurado com a presença do Presidente da República, que chega à Madeira depois do almoço.

Madeira, através da Assembleia Legislativa da Madeira, "vai homenagear, no os profissionais de saúde que trabalharam e trabalham na linha da frente do combate à pandemia e na vacinação contra a Covid-19, bem como todos os seus pares que na retaguarda asseguraram os restantes cuidados de saúde necessários, assim como todos os profissionais que enfrentaram a pandemia". Uma nota publicada pelo gabinete de comunicação do Parlamento revela que a homenagem tem o apoio do Hospital Particular da Madeira, Grupo HPA Saúde, será feita através de um monumento a instalar junto ao parlamento madeirense, numa cerimónia presidida pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

Da autoria do escultor Martim Velosa, a obra pretende “levar-nos à reflexão sobre o trabalho que milhares de profissionais de saúde desenvolveram durante este longo período, que ainda não terminou”, pode ler-se na memória descritiva do projeto.

A ameaça, muitas vezes fatal, “alterou o nosso modo de vida, sobretudo no campo dos afetos em que o abraço personifica nas relações humanas a fraternidade com o próximo”. É com base no abraço que o projeto foi desenvolvido, permitido que o visitante entre na peça escultórica e sinta “segurança”. Por outro lado, refere o escultor, “o gesto de abraçar reforça a ideia de agradecimento”.

escultura, sublinha a mesma informação, "fica completa com uma frase de um poeta madeirense, levando a “uma reflexão mais profunda sobre o trabalho incansável dos homenageados”.

Martim Velosa destaca ainda que a peça, visitável individualmente, “permite uma experiência ímpar e pessoal, um ato de agradecimento, ou momento de saudade”.

A escultura é produzida em “bronze patinado” para perdurar no tempo a nobreza do gesto de gratidão a todos os profissionais de saúde.

A inauguração da escultura está prevista realizar-se depois da Sessão Solene Comemorativa do Dia da Assembleia Legislativa da Madeira, a acontecer na tarde do dia 19 de julho.

Martim Oliveira Jardim e Silva Velosa nasceu no Funchal em 1973. É licenciado em artes plásticas/escultura pelo Instituto Superior de Arte e Design da Madeira e ao longo dos anos tem participado em inúmeras exposições individuais e coletivas, em Portugal e no Estrangeiro.

Entre os prémios mais relevantes, constam o de “Artista do ano, prémio RTP/DN no ano 2000”, o de “1.º classificado no concurso para monumento ao Empresário da Madeira”, os 1.º e 2.º lugares no concurso para o monumento referente ao “Ano Internacional do Voluntariado” e ainda o 1.º Prémio na Bienal de Malta.


8 visualizações