Buscar
  • Henrique Correia

Associação denuncia morte de gatos na Ribeira Brava; polícia chamada ao local


"Essa situação é mais comum do que imaginam. Ainda há muita gente a matar animais. Nascem e são imediatamente mortos"




Ainda vivemos, numa larga extensão mental, num estado "terceiromundista" no que se refere à forma como muitos tratam os animais. Uma franja da população evoluiu com a sensibilização, crescente nos últimos anos, mas uma outra franja mantém-se muito aquém daquele que deve ser o procedimento de salvaguarda dos direitos dos animais.

Vem isto a propósito do que relata a Associação Ajuda a Alimentar Cães, que dá conta de uma ocorrência na Ribeira Brava, sublinhando que "essa situação é mais comum do que imaginam. Ainda há muita gente a matar animais. Nascem e são imediatamente mortos". Divulga que "a pedido da Associação Vamos Lá Madeira a Associação Ajuda a Alimentar Cães resgatou uma gata que viu os seus bebés serem mortos pelo seu tutor. Trouxemos uma cadela que foi recentemente abandonada no local também. Provavelmente brevemente ia parir e os seus bebés iam ser mortos também. A PSP da Ribeira Brava foi chamada ao local. O tutor admitiu aos agentes o que tinha feito. Agradecemos aos mesmos pelo trabalho exemplar".

Gata e cadela "estão na VetMadeira neste momento e é importante encontrarmos boas famílias para elas".

8 visualizações