top of page
Buscar
  • Foto do escritorHenrique Correia

Autarcas vencedores fora das "contas" do líder socialista



Emanuel Câmara (Porto Moniz) e Ricardo Franco (Machico) estão em final de mandato autárquico mas não fazem parte das opções de Sérgio Gonçalves para o Parlamento. Nem foi debatido o convite.



O líder do PS Madeira deixou de fora da lista de candidatos às eleições regionais de 24 de setembro dois presidentes de Câmaras socialistas, Machico e Porto Moniz, que em 2025 atingem o limite permitido de mandatos. São autarcas vencedores, ativos relevantes do partido, mas o convite nem chegou a ser abordado e assim, daqui a dois anos, concluem funções autárquicas mas o líder não considerou, ao contrário de Miguel Albuquerque com os autarcas do PSD-M na mesma condição, que seria importante a experiência e os contactos de ambos nos respetivos concelhos onde são presidentes neste momento.

Emanuel Câmara, presidente da Câmara do Porto Moniz, foi segundo na lista de 2019, era então líder regional, com o Partido Socialista a obter o seu melhor resultado de sempre, com Cafôfo candidato a presidente, tendo mesmo conseguido retirar a maioria absoluta ao PSD, o que nunca tinha acontecido antes.

Ricardo Franco, em Machico, também está no último mandato que a lei permite para a presidência de Câmaras, mas também não faz parte da lista de Sérgio Gonçalves, sendo que alguns socialistas apontam como um "tiro no pé" este "desperdício político" do líder relativamente a ativos que não poderiam ficar de fora, sobretudo num contexto em que as sondagens indicam possibilidade de maioria absoluta da coligação e uma descida acentuada do PS-M. O princípio de reunir figuras vencedoras, o que no caso do PS Madeira só foi possível no poder autárquico, deveria sobrepor-se a eventuais divergências de estratégia e de forma como o partido exerce a liderança da ação política, dizem algumas "fontes" ligadas ao partido e que não escondem a sua preocupação pelo resultado das eleições de 24 de setembro, que podem conduzir o PS-M a um novo ciclo depressivo se a perda de deputados for acentuada.

Recorde-se que Sérgio Gonçalves apresentou hoje a lista de candidatos, onde o Porto Moniz, com Câmara socialista, tem representante em Manuel Pedro Calaça, em 21º . Machico está representado por Avelino Conceição em 5º, Alberto Olim em 12º e Marina Viveiros em 17º .

Recorde-se que o líder do PSD-M Miguel Albuquerque, com referência à inclusão de autarcas em fim de mandato, disse ser um "ato de inteligência", sublinhando que o partido aproveitará, no Parlamento, a experiência e os contactos dos autarcas nos respetivos concelhos.

23 visualizações

Comentários


bottom of page