Buscar
  • Henrique Correia

"Avançamos Juntos” é proposta de Sofia Canha reconhecendo dificuldades


Candidata socialista na Calheta propõe mudança mas admite "dificuldades em afirmar o projeto do PS no concelho"



Sofia Canha é a candidata do PS na Calheta e hoje apresentou-se formalmente com o lema “Avançamos Juntos” – esperando contar com a confiança dos calhetenses para “ajudar a construir um concelho cada vez melhor, onde todos se possam sentir respeitados e acolhidos e encontrem razões para ficar e viver”.

Uma nota do partido refere que "foi no centro da freguesia do Jardim do Mar, de onde é natural, que a vereadora na autarquia calhetense e deputada do Partido Socialista à Assembleia Legislativa da Madeira deu a conhecer os objetivos da sua candidatura, a qual já vem assumindo desde 2009, sempre com o propósito de contribuir para que este concelho seja melhor. “É essa motivação que me faz candidatar, mesmo reconhecendo as dificuldades em afirmar o projeto do PS no meu concelho”, afirmou.

Reconhecendo as virtudes da Ponta do Pargo, da Fajã da Ovelha, dos Prazeres, do Estreito da Calheta, da Calheta, do Arco da Calheta, do Paul do mar e do Jardim do Mar, a candidata afirmou que, apesar de muitas mudanças, “há sempre mais e melhor a fazer” e que “mais e melhor poderia ter sido feito”.



Já o presidente do Partido Socialista da Madeira, Paulo Cafôfo, afirmou que estas são umas eleições que o partido abraça com muita determinação e vontade, salientando que “Sofia Canha é uma candidata que muito honra o PS, pela pessoa que é, por ter uma vertente humanista e uma vertente de envolvimento, de alguém que está comprometido com as causas que abraça e que procura sempre estabelecer pontes”.

“É desta grande candidata que precisamos para levar a Calheta para a frente”, sustentou o líder socialista, destacando o facto de mulheres como Sofia Canha decidirem dar a cara e fazer deste projeto um exemplo de cidadania e de participação. Isto numa altura em que, após 47 anos de democracia, “ainda há muito medo, chantagem e perseguição”.

8 visualizações