Buscar
  • Duarte Azevedo

Badminton ao rubro: AD Pontassolense reforça-se


Há um trio de luxo em perspetiva com Ana Fernandes à cabeça


O badminton madeirense está ao rubro, preparando a nova temporada. Recordando-se que a época vai agora de Janeiro a Dezembro, a verdade é que há clubes regionais a apostarem forte a fim de formarem equipas capazes. Primeiro foi o CDR Prazeres a mostrar os seus trunfos, contratando à AD Pontassolense a treinadora Yule Gonçalves e algumas jogadoras jovens com muito potencial, bem como a internacional continental Mariana Chang (ex-Che Lagoense). Chegou a ser notícia, também, a ida de Kevin Selvarajah (CS Madeira) para a coletividade do concelho da Calheta. O que, sabe-se agora, pode não acontecer, numa reviravolta sensacional e que vai mexer bastante com a realidade dos clubes. Isto porque a AD Pontassolense entrou em ação e, tudo indica, Kevin vai passar a representar esta equipa. Para já, certo é o ingresso do técnico David Freitas no clube da Ponta do Sol, regressando à atividade após cerca de um ano sem estar no treino. Nome conceituado da modalidade - orientou, por exemplo, o olímpico Marco Vasconcelos -, tudo aponta para que David Freitas venha a ter referências atuais da modalidade sob o seu comando. É que para além de Kevin, existe a possibilidade da internacional Ana Fernandes (na foto) também deixar o CS Madeira e ingressar no Pontassolense, tal como Nuno Henriques. O que, a se confirmar - falta assinar -, será um 'rombo' importante na secção de badminton do CS Madeira que, recorde-se, é o clube atual campeão português. E não, como era perspetivado, fortalecer os Prazeres... Ainda relativamente à AD Pontassolense, meios ligados ao badminton madeirense dão como provável a não-ida de jovens atletas para os Prazeres, como foi referenciado, pois as transferências não podem acontecer até aos 17 anos sem o consentimento do clube de origem. E os responsáveis da AD Pontassolense não parecem dispostos a abdicarem dos seus direitos...


5 visualizações