top of page
Buscar
  • Foto do escritorHenrique Correia

Barreto diz para "dentro" e para "fora" que o CDS é "contribuinte de confiança"


"Esta tem sido uma coligação estável. Este governo de coligação PSD e CDS é um governo de soluções"




As eleições regionais deste ano estiveram muito presentes na tomada de posse da concelhia do CDS na Ribeira Brava liderada por Rafael Sousa. Rui Barreto, o líder regional, trouxe ao discurso o ato eleitoral, a coligação com o PSD e viu uma oportunidade, entre portas políticas e com plateia centrista, uma oportunidade para falar para dentro com recados para fora. Barreto pretende, de alguma forma, lembrar ao parceiro e aos militantes do parceiro, que afinal a coligação é importante e vale a pena manter. Mais ou menos como no futebol, em equipa que ganha não se mexe.

Barreto apelou à mobilização de todo o partido, dos ribeira bravenses e dos madeirenses e portosantenses no geral, para a campanha que se avizinha e para as eleições que vão ocorrer em setembro deste ano. O líder centrista sublinha a importância destas eleições, cujo objetivo da coligação, onde está integrado o CDS e que, no seu entender, tem sido um contribuinte de confiança e de competência, é apelar à máxima mobilização para que possamos vencer com segurança estas eleições", refere uma nota emitida pelo CDS.

Rui Barreto, que no Governo Regional é o secretário da Economia, trouxe a coligação a debate e a comparação com Lisboa foi um começo: "Esta tem sido uma coligação estável, ao contrário do governo no continente que, mesmo sendo um governo de um só partido, é um governo de complicações, enquanto que este governo de coligação PSD e CDS é um governo de soluções. Esta coligação tem procurado, com a coesão e sentido de compromisso, com responsabilidade e união, superar as adversidades que temos enfrentado com uma pandemia e uma guerra na Europa".

O líder regional do CDS conclui que "a tónica desta coligação tem sido procurar soluções com diálogo, serenidade e compromisso e, por esta razão, tem havido um bom ambiente económico na Madeira porque há previsibilidade, atratividade e isso traz investimento, traz emprego e traz riqueza".

O presidente da nova estrutura concelhia, reeleito por unanimidade, começou por agradecer aos militantes do concelho pela confiança em si depositada nesta missão, em especial à sua equipa que aceitou este desafio sem hesitar e que o acompanhará no próximo triénio à frente do CDS Ribeira Brava.




9 visualizações

Comments


bottom of page