Buscar
  • Henrique Correia

Barreto garante apoio às microempresas que representam 74%



Instrumentos de apoio, em 2020, representaram 160 milhões e permitiram preservar 27 mil


O secretário regional da Economia, que hoje fez a defesa do seu Orçamento, na Assembleia Regional, lembrou que o principal objetivo do próximo ano é a defesa dos postos de trabalho de todas as empresas, mas com uma incidência particular nas microempresas, que representam 74% do tecido empresarial madeirense e por isso, é para elas que são canalizados os maiores apoios.

Rui Barreto diz que este Orçamento representa um aumento de 340% para a Economia, relativamente a 2020, "o que demonstra uma aposta do Governo nas empresas e nos trabalhadores".

Barreto revelou, ainda, que este ano, atípico devido à pandemia, os instrumentos de apoio representaram 160 milhões de euros, que a par do empenhamento dis empresários, tornou possível a manutenção de 27.000 postos de trabalho.

Para o próximo ano, o Orçamento da Região na área da Economia tem “um crescimento de 340% na área da economia, quando comparado ao ORAM para 2020” e de 95% “se quisermos fazer uma comparação com o Orçamento Suplementar, aprovado em julho deste ano”, disse Rui Barreto.

O Secretário Regional de Economia apontou a descida do IRC para 14,7% (11,9% para as pequenas empresas) e “o diferencial fiscal de 30% no IRS dos primeiros escalões”, como fatores dinamizadores da atividade económica no próximo ano.

5 visualizações