Buscar
  • Henrique Correia

Barreto lembra acordo proposto pelo PS para uma coligação em 2019


O líder do CDS-M fala na "falta de preparação e a incapacidade do PS-M, duvidando-de até que Paulo Cafofo ainda seja líder da oposição".



O líder do CDS Madeira também não deixou passar o dia de António Costa na Madeira para apresentar a moção, podemos dizer que im domingo de aposta socialista que inclui a apresentação da candidatura de Célia Pessegueiro à Câmara da Ponta do Sol.

Rui Barreto escreveu, no Facebook, que "o PS-M continua a não perceber que perdeu as eleições. É um direito que têm (alguns) socialistas, o de viver numa realidade paralela. Tudo bem. Aquilo que já não me parece tão bem é que acusem do CDS-M de ser muleta do PSD, quando em outubro de 2019 valorizavam tanto o nosso partido que fizeram públicos e dramáticos apelos a uma coligação connosco".

Rui Barreto diz que "apenas com humor se pode responder a alguns recalcamentos, é bom lembrar o PS de que só os cochos necessitam de bengala mas o problema dos socialistas madeirenses era tão grave, que nem com uma só bengala chegavam lá. Entendo que o PS não perdoe ao CDS ter garantido a estabilidade da governação da Região, sendo impensável que essa estabilidade não estivesse garantida, quando atravessámos uma das situações mais difíceis da nossa história e quando, diariamente, é revelada a falta de preparação e a incapacidade do PS-M, duvidando-de até que Paulo Cafofo ainda seja líder da oposição".



26 visualizações