Buscar
  • Henrique Correia

Barreto promete mais emprego no IDE no dia de 10 milhões a fundo perdido para as empresas


"Uma microempresa, que emprega menos de dez pessoas e cujo volume de negócios anual não excede os dois milhões de euros, pode receber até 25.000€."



O secretário regional da Economia visitou hoje o Instituto de Desenvolvimento Empresarial, que disporá, no próximo ano, de um orçamento de 130 milhões de euros dirigidos aos programas e às linhas de apoio à economia e às empresas, "garantido desta forma a manutenção dos postos de trabalho", como referr uma nota da secretaria.

Foi ali que Rui Barreto anunciou a intenção de recrutar funcionários para este organismo, de modo a que se consiga corresponder às “exigências e à velocidade” dos empresários, e de forma a encurtar os prazos de pagamento dos diversos sistemas de incentivos. “Estamos prontos para correspondermos às exigências. É nossa intenção contratarmos mais pessoas para reforçarmos esta equipa”, afirmou. 

A visita ao IDE acontece no dia em que foi lançado o novo concurso do SI Funcionamento no montante de 10 milhões de euros a fundo perdido. Neste sistema de incentivos “as empresas poderão obter um montante não reembolsável, com uma taxa de comparticipação de 12,5% para as empresas da Madeira e 22,5% no Porto Santo”, uma majoração de dez pontos percentuais, salientou o secretário regional. As candidaturas devem ser diretamente realizadas entre os gabinetes de contabilidade e a plataforma disponibilizada pelo IDE, “num processo que será mais simples”, garante.  A nota governamental refere que "uma microempresa, que emprega menos de dez pessoas e cujo volume de negócios anual não excede os dois milhões de euros, pode receber até 25.000€. Uma pequena empresa que emprega até 50 trabalhadores e cujo volume de negócios ou balanço total anual não excede 10 milhões de euros, pode receber até 35.000€. Uma média, que emprega menos de 250 trabalhadores e cujo volume de negócios não excede 50 milhões de euros ou que o balanço total anual não exceda 43 milhões de euros, vai ter acesso a um apoio até 40.000€. Já uma grande empresa poderá candidatar-se a um incentivo até 50.000€."

3 visualizações