Buscar
  • Henrique Correia

Barreto quer reabrir progressivamente as atividades económicas


Secretário da Economia defende retoma de forma "segura ecprudente"




O secretário regional da Economia, Rui Barreto, defendeu hoje a reabertura progressiva das atividades económicas de forma “segura e prudente”. Uma declaração feita no Salão nobre do Governo, no âmbito da quarta cerimónia de assinatura dos contratos do sexto aviso do ‘SI Funcionamento’, que também contou com a participação do Vice-presidente do Governo Regional, Pedro Calado, e do presidente do IDE, Duarte Freitas.

“Estamos a reduzir progressivamente o número de casos, mas estamos a fazer, de forma segura e prudente, a reabertura. Na segunda-feira, vamos reabrir as escolas, mais 6 mil alunos regressam e a intenção – do Governo Regional - é fazer uma avaliação de 14 dias, após o dia 12, para verificar se a situação se mantém e depois alterarmos os horários de funcionamento”, disse.

Numa nota do gabinete comunicação, Barreto sustentou que “aquilo que está a acontecer em muitos países europeus é um ziguezague, ora abre ora fecha”, contrariamente à estratégia da Região que passa por manter a economia aberta com horários de recolhimento obrigatório.

Referindo-se ao ‘SI Funcionamento’, o secretário regional considerou que o executivo tem feito uma distribuição “democrática” dos apoios, afirmando que serão apoiadas empresas de todos os concelhos da Região e, pela primeira vez, serão abrangidas empresas de todas as dimensões (micro, pequenas, médias e grandes).

O vice-presidente salientou que o facto do Governo Regional ter triplicado a dotação inicial do aviso do SI Funcionamento, passando de 10 para 29 milhões, permitiu alargar o âmbito do apoio a mais empresas.


4 visualizações