Buscar
  • Henrique Correia

Bastonário "à vontadinha" diz que o verão é para viver "à vontade" na Covid-19


Toda a gente sabe que este tipo de uso de máscaras nos espaços interiores já não é feito por muita gente. Em que mundo vive a Dra. Graça Freitas?”.





O Bastonário da Ordem dos Médicos não partilha das preocupações da diretora-geral de Saúde, relativamente aos cuidados a ter, ainda, de prevenção para a Covid-19, uma recomendação que foi ratificada pela direção regional de Saúde.

Miguel Guimarães é mais pragmático e não faz recomendações impossíveis, sobretudo num contexto de festas, de restaurantes cheios e quase sem medidas, os arraiais e outros eventos que colocam a Covid-19 tão longe estando ali perto.

O Bastonário diz que "podemos não saber tudo sobre o SARS-Cov2, mas uma das coisas que já sabemos é que como os vírus respiratórios não se dá bem com temperaturas quentes. E o tempo está a começar a aquecer “, explica o bastonário, considerando que esta situação, somada aos indicadores atuais sobre o vírus, levam a que “não faça sentido” anunciar que o próximo verão não será ainda “descontraído e seguro", refere-se no CM.

Miguel Guimarães acredita que “muito em breve” se vai mesmo ter de “abandonar algumas restrições”, como o uso obrigatório da máscara para toda a população em espaços fechados. “Só faz sentido este tipo de uso para os imunodeprimidos, nos hospitais e nos lares de idosos”, defende o médico, lembrando: “Toda a gente sabe que este tipo de uso de máscaras nos espaços interiores já não é feito por muita gente. Em que mundo vive a Dra. Graça Freitas?”.

12 visualizações