Buscar
  • Henrique Correia

Bernardo Trindade candidato à presidência da Associação de Hotelaria de Portugal.


"Com uma falha brutal de mercado, com ausência de procura por parte dos clientes, os balanços das empresas hoteleiras foram fortemente afetados".




Foi o próprio quem anunciou na sua página do Facebook. O madeirense Bernardo Trindade, administrador do grupo Porto Bay e antigo secretário de estado do Turismo, aproveitou a semana do regresso da Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL) e a convocação da Assembleia Geral Eleitoral para da AHT para o triénio 2022-2024, para assumir que é candidato à presidência da Associação de Hotelaria de Portugal, onde é vice presidente.

No mesmo texto, lembra que "depois de 6 anos (3 mandatos) como vice-presidente, sinto-me agora preparado para esta responsabilidade maior: liderar a associação neste tempo que todos esperamos de recuperação, depois de uma crise sem precedentes num dos setores mais afetados pela pandemia".

Reconhece, referindo-se aos efetos da pandemia no Turismo, que "foram 2 anos que deixaram marcas muito profundas. Com uma falha brutal de mercado, com ausência de procura por parte dos clientes, os balanços das empresas hoteleiras foram fortemente afetados. E mesmo agora, a guerra na Ucrânia traduziu-se já numa escalada de preços com implicações fortes na exploração das empresas hoteleiras..."

Admite que "são muitos os desafios", mas diz que "com uma equipa competente e com um programa ambicioso - de que daremos conta oportunamente - procuraremos respostas para estes desafios. A responsabilidade do momento interpela-nos a participar. O percurso até aqui percorrido, dá-nos a confiança de avançar".

11 visualizações