Buscar
  • Henrique Correia

Bombeiros da Região vão receber um total de 2,5 milhões de euros em 2021



As receitas próprias das Associações Humanitárias de Bombeiros Voluntários da Madeira, revelam-se insuficientes para fazer face às despesas inerentes à sua atividade humanitária


Os bombeiros da Região vão receber um total que ultrapassa os 2,5 milhões de euros, através da assinatura de contratos-programa que visam compensar uma manifesta insuficiência de receita capaz de responder às atividades das Corporações.

O Governo já fez publicar esses apoios considerando precisamente que as receitas próprias das Associações Humanitárias de Bombeiros Voluntários da Região Autónoma da Madeira, se revelam claramente insuficientes para fazer face às despesas inerentes à sua atividade humanitária, de mérito e relevância socialmente reconhecida.



Esta medida tem em conta, também, que tais despesas, quer de funcionamento,

quer de conservação e reparação dos equipamentos afetos aos Quarteis dos Bombeiros e aos seus parques de

máquinas e de viaturas, decorrem da execução de um vasto conjunto de ações, indispensável à consecução dos

objetivos de serviço público que com muito esforço e dedicação estas Associações Humanitárias de Bombeiros Voluntários prosseguem".

A importância de que se reveste o associativismo e o voluntariado dos Bombeiros e o papel primordial que lhes é atribuído no âmbito da Proteção Civil,

sendo de interesse público a viabilização das suas ações, foi outro dos motivos a justificar esta atribuição e a autorizar a celebração de contratos-programa com as

Associações Humanitárias de Bombeiros Voluntários da Madeira, cuja constituição esteja devidamente homologada, com vista à atribuição de uma comparticipação financeira mensal.

4 visualizações