Buscar
  • Henrique Correia

Brício acusa Câmara de Santa Cruz de não investir na frente mar; Câmara já respondeu


Autarquia do JPP reage: "É preciso não ter vergonha na cara ir a um espaço tutelado e completamente abandonado pelo Governo Regional".




“É de lamentar que, aqui em Santa Cruz, exista uma Câmara que tem estado de costas voltadas para o mar, um mar que tem um potencial enorme por explorar e uma Frente-mar que tem sido absolutamente desaproveitada” afirmou, ontem, o candidato pela coligação PSD/CDS à Câmara Municipal, Brício Araújo, numa iniciativa que teve lugar junto ao Iate Clube de Santa Cruz.

“Nós queremos inverter esse caminho, desenvolver e investir na Frente-mar e criar infraestruturas especificas que permitam a todos os munícipes e a todos aqueles que nos visitam, aproveitar o nosso mar, seja do ponto de vista lúdico ou desportivo” garantiu, assim, Brício Araújo, deixando claro que é fundamental avançar nesta requalificação e apostar numa estratégia que, simultaneamente, promova o lazer e o desporto náutico no concelho.

Esta posição do candidato do PSD/CDS, em Santa Cruz, já motivou reação da Câmara de Santa Cruz dizendo que "é preciso não ter vergonha na cara para ir a um espaço tutelado e completamente abandonado pelo Governo Regional para reclamar investimentos municipais. Como advogado, deveria pelo menos saber que a autarquia não pode investir em terreno que não lhe pertence.

Ainda assim, tanto no Porto de Recreio, como no Porto de Abrigo, foi a autarquia, em nome da segurança da população, que interveio na limpeza e que, segundo as suas possibilidades, arranjou os estragos que ali se verificaram aquando dos temporais que danificaram algumas estruturas. Do Governo Regional do PSD, partido do senhor candidato, apenas promessas e esquecimento, apenas silêncio e mentiras".

A nota da Autarquia refere que "é preciso não ter ética para reclamar apoios para o Iate Clube, quando estes já são dados tanto ao abrigo do programa de apoio às associações, como através do destacamento de trabalhadores naquela instituição. É claro que agora estes apoios têm regras ao contrário do tempo do PSD, que só beneficiava os amigos".

Santa Cruz lembra a Brício que "o Governo não tem feito o que lhe compete na recuperação do porto de recreio e do porto de abrigo de Santa Cruz, tem deixado ao abandono o Porto Novo, incluindo o cais velho e o cais novo, E quando interveio deixou a vergonha que se conhece no poço dos Reis Magos, onde enterrou mais de três milhões de euros".

8 visualizações