Buscar
  • Henrique Correia

Bruno Magalhães diz que a prioridade é o campeonato nacional


"Este é um rali em que normalmente estamos bem mas a nossa prioridade é mesmo o campeonato".


Bruno Magalhães foi o piloto escolhido pelo gabinete de comunicação do Rali Vinho Madeira para dar expressão ao conjunto de declarações sobre a prova madeirense, onde o corredor é habitual participante.

Nesse texto, publicado no site da competição, é revelado que o piloto realizava outra estreia a nível mundial na Madeira pois existiu a possibilidade da sua equipa se fazer representar no Rali Vinho Madeira com o Hyundai i20 N Rally2. Tal lançamento acontecerá dentro de uma semana, em Ypres, no WRC e o piloto português estará à partida da prova organizada pelo Club Sports da Madeira com o habitual i20 R5. Nessas circunstâncias, o piloto de Lisboa pretende “tentar ser o melhor no campeonato nacional e recuperar pontos. Este é um rali em que normalmente estamos bem mas a nossa prioridade é mesmo o campeonato. Esta é também uma prova de que gosto bastante, pelo que, veremos depois até onde podemos chegar”.

Magalhães conta 41 anos de idade e estreou-se nos ralis em 1999 com um VW Golf GTi. Passou depois por algumas versões de Mitsubishi Lancer e Ford Escort Cosworth mas em 2003 assumiu o volante de um Peugeot 206 GTi e viria a ganhar o troféu monomarca no ano seguinte. O sucesso levou a marca a contratá-lo e, ao serviço da cas do leão, guiou um Peugeot 206 S1600. Em 2007 venceu na estreia com o Peugeot 207 S2000 e seria campeão nesse ano e até 2009. Em 2014 passou a estar de forma regular em competições internacionais e em 2017, com um Skoda Fabia R5, foi vice-campeão europeu. Voltou em 2019 ao CPR, em que foi duas vezes segundo com um Hyundai. Um dos recordistas de vitórias no Rali Vinho Madeira, é terceiro no campeonato nacional".

5 visualizações