Buscar
  • Henrique Correia

Câmara do Funchal já fez 10235 testes rápidos aos funcionários


Em praticamente dois meses.




A Câmara Municipal do Funchal deu conta que entre 22 de novembro e 18 de janeiro, foram realizados 10.235 testes rápidos antigénio (TRAg) aos seus trabalhadores, com uma média semanal de 1.137 testes efetivados (equivalente a aproximadamente 63,7% do total dos funcionários da autarquia), tendo sido registados 173 casos positivos (89% destes nas primeiras três semanas do ano novo), o que equivale a uma taxa de positividade de 1,7% dos testes executados.

"Desde cedo, no âmbito das medidas normativas de vigilância e contenção da pandemia de COVID-19 deliberadas pelo Governo Regional da Madeira, o Município do Funchal, através da Unidade de Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho (USHST), implementou, desde 22 de novembro de 2021, diversos postos de testagem para os funcionários e colaboradores da CMF e das empresas municipais SocioHabita e Frente Mar. Estes foram criados com o intuito de rastrear, detetar e tornar o processo de testagem o mais célere e cómodo possível, assim como, tornar o Município num local de trabalho mais seguro", refere uma nota da Autarquia.

A testagem por intermédio dos Testes Rápidos Antigénio (TRAg) à COVID-19, gratuita e semanal, foi realizada por profissionais de entidades protocoladas com a C.M.F., autorizadas pelo Instituto da Administração da Saúde (IASAÚDE, IP-RAM).

A USHST tem sido responsável pela operacionalização do plano de contingência do Município do Funchal, nomeadamente, cumprimento da legislação e recomendações em vigor emanadas pelo Governo Regional da Madeira, contatos e sinergias com a Autoridade de Saúde, apoio e esclarecimentos diversos aos colaboradores, na colocação de sinalização nos seus espaços e eventos, e outras medidas de prevenção para o COVID-19 a serem implementados nos diversos serviços municipais.

5 visualizações