Buscar
  • Henrique Correia

Câmaras de videovigilância e sensores de estacionamento para ver lugares disponíveis


A rede de monitorização do tráfego rodoviário e videovigilância representa um investimento de 300 mil euros com recurso a fundos comunitário.




A Câmarado Funchal vai fazer a monitorização do tráfego rodoviário,  através da instalação de 29 câmaras de vídeo, sendo que 14 destinam-se a cobrir os túneis na rede viária municipal e 15 nas principais entradas e saídas da cidade.

Outra aposta da autarquia, revelada por Pedro Calado é a colocação de sensores nos estacionamentos , permitindo através de uma aplicação no telemóvel, saber em que zonas há lugares disponíveis para estacionar.

Uma nota da Autarquia sublinha que "o novo sistema constituído por câmaras de vídeo associadas a um software analítico permite detetar os veículos em movimento, recolhendo informação referente ao número e classificação de veículos, com captação de imagens e velocidade praticada".

A rede de monitorização do tráfego rodoviário e videovigilância representa um investimento de 300 mil euros com recurso a fundos comunitários no âmbito de um Projeto Europeu na área da mobilidade. A medida enquadra-se na estratégia municipal que converge para o paradigma de “Cidade Inteligente” através da instalação de dispositivos tecnologicamente inovadores que apoiarão a gestão da mobilidade urbana e o planeamento estratégico.


9 visualizações