Buscar
  • Henrique Correia

Célia Pessegueiro alerta para "missão dura" do novo líder do PS Madeira


"É preciso desmontar a “forma pequena de fazer política” do PSD".




Veio da Ponta do Sol um alerta importante no Congresso do PSD Madeira relativamente à missão do novo líder socialista regional: Foi pela voz de Célia Pessegueiro: "Tem uma missão dura, mas nada se conquista sem sacrifício e sem um sentido de missão bem definido. E já tive oportunidade de perceber que tens esse sentido de missão”.

A presidente cessante da Mesa do Congresso afirmou que a Madeira precisa de um novo rumo, uma alternativa viável e competente para acabar com o marasmo e com a inércia. Garantiu que o PS assume o desafio de concretizar o projeto que é a única alternativa capaz de dar resposta aos problemas dos madeirenses e dos porto-santenses.

Salientou o empenho e compromisso dos socialistas em apresentar “um partido forte, um partido de terreno, sério, capaz de apresentar propostas credíveis”, capaz de ganhar as eleições de 2023 e todos os desafios que estão pela frente.

A também presidente da Comissão Regional frisou que é preciso desmontar a “forma pequena de fazer política” do PSD. “Se chamam a si os sucessos da governação, têm de ter a hombridade de assumir os fracassos”, frisou, como refere uma nota publicada nas plataformas digitais do partido.

Célia Pessegueiro agradeceu ainda ao presidente cessante, Paulo Cafôfo, o facto de se ter assumido como a voz de um partido capaz de combater o marasmo em que a Região ainda vive. “É com as pessoas e para as pessoas que vamos fazer a diferença na Madeira”, disse ainda.


6 visualizações