Buscar
  • Duarte Azevedo

C.F. União nas 'mãos' de Miguel Albuquerque


Resolução adiada para 9 de novembro, sendo o Governo Regional o maior credor do clube.



Já terminou a audiência do processo de insolvência do CF União, ficando tudo adiado até 09 de Novembro, dando tempo, assim, para que seja feita uma peritagem às benfeitorias feitas no Complexo Desportivo do Clube Futebol União.

Isto porque o CF União apresentou um plano de recuperação assente na entrega das benfeitorias ao maior credor, Governo Regional, estando assim nas 'mãos' de Miguel Albuquerque a decisão se o clube azul-amarelo continuará a existir ou vai para liquidação e encerramento, precisamente na semana em que faz 109 anos.

O Clube Futebol União é uma instituição criada em 1913 que goza do estatuto de Utilidade Pública, com uma longa história desportiva na Região Autónoma da Madeira. O que é reconhecido, nos seus 108 anos de existência e plena atividade, pelas entidades públicas e políticas da Região, razão pela qual lhe foi concedido a titulo honorífico o Estatuto de 'Utilidade Pública', a 'Medalha de Méritos Desportivos e Náufragos' e a 'Medalha de Ouro da Cidade do Funchal', além de receber o titulo de exclusividade para o uso de um Complexo Desportivo com uma área bruta de 70.000 mil metros quadrados, cedidos pelo Governo Regional da Madeira, onde o próprio Clube de Futebol União, construiu grande parte das instalações (edificações e benfeitorias), e onde consta no Balanço de 2019, com um valor líquido em Ativos Fixos Tangíveis, na ordem dos €3.530.000,00 (três Milhões, Quinhentos e Trinta Mil de Euros.)

O CF União teve, ainda, um papel preponderante também na fundação da Associação de Futebol do Funchal. Numa altura em que o futebol não se encontrava devidamente organizado, coube aos responsáveis unionistas a liderança de formar um movimento associativo de forma a que a época desportiva fosse devidamente programada.

Isto para além de um papel também muito participativo noutras modalidades. por exemplo, foi o C. F. União o primeiro Campeão da Madeira de voleibol, em 1977, no tempo em que a modalidade procurava renascer, 20 anos depois, então sob a égide da Pró-Associação.

Enfim, para já o C.F. União ganhou mais alguns meses de vida. Resta saber o que irá decidir o Governo Regional.

29 visualizações