Buscar
  • Duarte Azevedo

C.S. Marítimo recorreu ao TAD num processo contra a Liga de Clubes


Em causa verbas referentes à Taça da Liga



O C.S. Marítimo tem um processo no TAD (Tribunal Arbitral do Desporto) contra a Liga de Clubes de Futebol, reclamando 'Prémios monetários atribuídos pela LPFP às sociedades desportivas participantes na Taça da Liga'. O que data das épocas 2014/15 e 2015/16, quando o CF União como Oriental ou o Atlético e o Freamunde, por exemplo, eram integrantes da II Liga e, como tal, participaram na referida Taça.

Aliás, esses são dois dos clubes chamados 'contrainteressados' no processo, que não inclui todas as coletividades ao tempo militantes quer na I quer na II Liga. Apenas estas, segundo está referido no portal do TAD: Sport Lisboa e Benfica, Futebol SAD, Futebol Clube do Porto, Futebol SAD, Vitória Futebol Clube, SAD, Portimonense Futebol, SAD, Sporting Clube de Braga, Futebol, SAD, Moreirense Futebol Clube - Futebol, SAD, Futebol Clube de Arouca - Futebol, SDUQ, Lda, Clube Desportivo Nacional, Futebol, SAD, Sporting Clube da Covilhã - Futebol, SDUQ, LDA, Estoril Praia - Futebol, SAD, Gil Vicente Futebol Clube - Futebol, SDUQ, Lda, Sporting Clube de Portugal - Futebol, SAD, Os Belenenses - Sociedade Desportiva de Futebol, SAD, Vitória Sport Clube - Futebol, SAD, Associação Académica de Coimbra - Organismo Autónomo de Futebol, SDUQ, Lda, Clube de Futebol União da Madeira, SAD, Rio Ave Futebol Clube - Futebol SDUQ, Lda, Clube Desportivo Feirense - Futebol, SAD, Futebol Clube de Famalicão - Futebol, SAD, Clube Oriental de Lisboa - Futebol SDUQ, Lda, Boavista Futebol Clube, Futebol, SAD, Futebol Clube de Paços de Ferreira, SDUQ, Lda e Leixões Sport Clube, Futebol, SAD.

Curiosamente, o Marítimo haveria de chegar à final dessa Taça da Liga, perdendo, em Coimbra, frente ao Benfica (2-6).

O TAD, recorde-se, é um Tribunal com 'competência específica para administrar a justiça relativamente a litígios que relevam do ordenamento jurídico desportivo ou relacionadas com a prática do desporto'. De acordo com o Relatório & Contas do Marítimo SAD, das verbas retidas pela Liga nas épocas 2014/15 e 1015/16 caberiam aos verde-rubros cerca de 460 mil euros, sendo que a AG da própria Liga recomendou à direção do organismo para, a partir de 2018/19, começasse a distribuir 'uma parte correspondente a 20% do referido valor'.

5 visualizações