Buscar
  • Henrique Correia

Cafôfo diz que na Festa do PSD falou-se mais do PS e o CDS foi esquecido



Ex-líder socialista está satisfeito com decisão de Sérgio Gonçalves de fazer regressar a Festa do PS-M, agora na Madalena do Mar a 28 de setembro: "Mostremos que temos um projeto para Região". 




É hoje secretário de Estado das Comunidades Portuguesas no Governo de António Costa, foi líder do PS Madeira, foi presidente da Câmara do Funchal e protagonizou o melhor resultado de sempre do Partido Socialista nas Regionais, em 2019, não sendo suficiente para ganhar mas tirando a maioria absoluta ao PSD que foi forçado, pela primeira vez em mais de 40 anos, a governar em coligação, neste caso com o CDS. Foi Paulo Cafôfo quem reagiu, no Facebook, à notícia que a liderança socialista fez publicar no Diário de fazer regressar a Festa do PS-M este ano, desta vez na Madalena do Mar a 28 de agosto depois de em anos passados ter acontecido na Fonte do Bispo.

Sérgio Gonçalves segue a lógica comunicativa de há algum tempo, relativamente aos políticos, na generalidade, de terem uma agenda nos jornais de comunicação com o eleitorado através de uma distribuição de notícias, nem sempre equitatitativamente. Mas sempre distribuída de algum modo. Desta vez foi a Festa do PS-Madeira e no dia da publicação, como também já é hábito, surgem as reações face à "novidade".

Cafôfo escreveu: "Que bom que a Festa do PS Madeira regressa e ainda para mais na “minha” Madalena do Mar. Excelente decisão Sérgio Gonçalves e vamos lá mostrar que "Quanto mais a luta aquece, mais força tem o PS. Ao contrário do que aconteceu no Chão da Lagoa, em que tanto Luís Montenegro como Miguel Albuquerque falaram mais do PS do que do PSD (curiosamente esqueceram-se do CDS) e não apresentaram nenhuma ideia de futuro, mostremos que temos um projeto para Região e que os madeirenses podem ter uma vida melhor com o PS a governar a Madeira".


18 visualizações