top of page
Buscar
  • Foto do escritorHenrique Correia

Calado diz que o ministro da Cultura tem "proximidade exemplar à Região"



A CMF investe 140 mil euros na edição de 2023 da Feira do Livro que tem como tema central o Teatro, tendo em conta os 135 anos do Teatro Municipal Baltazar Dias





O presidente da Câmara Municipal do Funchal, Pedro Calado, anunciou, para 2024, a realização da Bienal das Artes, na cidade do Funchal, uma vez que já estará concluído o Centro Cultural e de Investigação do Funchal, refere uma nota da Autarquia.

A revelação de Calado aconteceu na abertura oficial da 49ª Feira do Livro, que decorreu no Foyer do Teatro Municipal Baltazar Dias.

Pela primeira vez, a Feira do Livro contou com a presença do Ministro da Cultura e Pedro Calado enalteceu a presença de Pedro Adão e Silva, realçando a “proximidade exemplar” que tem desenvolvido com a Região.

Refira-se que na 49ª edição da Feira do Livro do Funchal, que terá a participação de 52 autores, realizar-se-ão 11 lançamentos inéditos de livros, 8 concertos, 3 espetáculos de teatro, 3 espetáculos multidisciplinares, 3 animações de rua e 23 atividades infantojuvenis.

A CMF investe 140 mil euros na edição de 2023 que tem como tema central o Teatro, tendo em conta os 135 anos do Teatro Municipal Baltazar Dias. A edição deste ano também é dedicada ao centenário de Natália Correia, escritora e poetiza portuguesa.

O certame, que decorre até o dia 2 de abril, na Placa Central da Avenida Arriaga, envolve a participação de 235 artistas, autores, mediadores culturais e músicos. Destaque para as presenças da cantora Sofia Escobar, o escritor Miguel de Sousa Tavares e o ator Ruy de Carvalho. Estão presentes 28 stands.

 

5 visualizações

Comentarios


bottom of page