Buscar
  • henriquecorreia196

Calado fala sobre a mobilidade e sobre o Hospital para António Costa ler


Questões pendentes: subsídio social de mobilidade, financiamento do novo hospital, dívidas dos subsistemas de saúde, dívidas fiscais pendentes, garantias ao refinanciamento da Região e a participação no capital do Banco de Fomento.




Foi pelo mesmo "modus operandi" que o vice presidente do Governo Regional, Pedro Calado, veio aproveitar a presença do primeiro-ministro na Madeira, neste fim de semana e na qualidade de secretário-geral geral do PS, para lembrar a falta de resposta de Lisboa às reivindicações da . Preparada a estratégia e o local de publicação, desta vez o Diário, o vice criou a oportunidade para dar o "recado" a António Costa.

Depois, na sua página do Facebook, ilustrada com a página do DN, Calado escreve que "a Madeira e o Porto Santo continuam à espera que o Estado dê respostas a seis importantes assuntos: subsídio social de mobilidade, financiamento do novo hospital, dívidas dos subsistemas de saúde, dívidas fiscais pendentes, garantias ao refinanciamento da Região e a participação no capital do Banco de Fomento. Estas questões continuam sem resolução. Nalgumas destas questões, como no subsídio social de mobilidade, o Estado já assumiu compromissos mas tudo continua igual e continua, a nossa população, a ser prejudicada. Também no caso do financiamento da construção do nosso novo hospital, apesar do que o primeiro-ministro já afirmou publicamente sobre o assunto, a verdade é que não se encontram garantidos os 50% e a República continua a abater, no apoio do Estado, o valor da avaliação global a devoluto dos actuais hospitais dos Marmeleiros e Dr. Nélio Mendonça".

Está dado o recado, senhor Primeiro-ministro. Certamente Costa vai ler, alguém vai passar a informação.8

7 visualizações