Buscar
  • Henrique Correia

Calado quer fechar a Zona Velha à uma da manhã; dançar é para outros lados



Presidente da Câmara pretende disciplinar a zona e dar descanso aos moradores. A "arte" é fazer isso e manter a zona emblemática e de interesse turístico também para um alvo jovem.



Pedro Calado quer acabar com isto...


O presidente da Câmara Municipal do Funchal fez passar esta mensagem através do JM: Zona Velha é para ter tudo fechado à uma da manhã, hora de encerramento da restauração. Recintos de dança e certamente os outros de bebidas, encerram na mesma. Diz o jornal que estas medidas estão para breve.

Pedro Calado diz que há aproveitamentos de regulamentos ambíguos e, por isso, a zona histórica da cidade, assente na restauração e nos bares, convivendo em tensão com is moradores, vai ter que mudar de lugar.

A verdade é que a Zona Velha da Cidade, em tempos zona de insegurança, o que ainda acontece em parte, transformou-se em atrativo turístico muito por dinamização do antigo secretário regional João Carlos Abreu, que de resto fez a mudança do Turismo da Madeira através de cartazes que ainda hoje perduram com sucesso. Mas a Zona Velha passou a ser uma zona turística por excelência, embora com problemas relacionados com a difícil convivência da vida noturna com o descanso noturno dos residentes, alguns idosos.

Mas sendo zona turística e com uma faixa importante de pequenos empresários que apostaram nos bares e na diversão noturna, esta ideia de Pedro Calado, ainda que tendo objetivos nobres de disciplinar a área, pode representar o fim da zona turística emblemática da cidade e a transferência para outras centralidades para a vida noturna funchalense, sobretudo no período pós restauração.

17 visualizações